quarta-feira, 17 de março de 2010

Stewart Sukuma: Em Moçambique demorou a surgir estratégia eficaz de combate ao SIDA


Stewart Sukuma é outra vedeta moçambicana que leva o seu contributo para a terceira Conferência do Sida da CPLP. O músico em conversa com a Deutsche Welle, a Rádio Internacional da Alemanha, destacou o estatuto de celebridade como arma de campanha para enfrentar a doença que afecta cerca de 16% da populção do seu país. Mas Sukuma também reconheceu a existência de controversia nalguns campos de combate ao SIDA...

Nádia Issufo: O que levas para a III Congresso da CPLP sobre o SIDA?
Stewart Sukuma: A minha apresentação vai ser baseada nas minhas experiências em Moçambique na luta contra o HIV-SIDA e as minhas experiências tem sido em escolas e em comunidades a fazer workshops e trabalho essencialmente com crianças e adolescente no sentido de sensibilizar. Os artistas têm neste contexto um papel crucial e nós podemos contribuir emprestando a nossa imagem, a nossa voz, a nossa arte para a sensibilização como forma de melhorarem a vida. O estatuto de celebridade que temos dá-nos um notável poder de influenciar os adolescentes como modelos para que eles adoptem comportamentos sociais saudáveis. Então, este sentido de sensibilização que os artistas tem é uma arma muito forte, acho que como comunicadores natos temos essa responsabilidade.

NI: Qual o titulo da tua apresentação?
SS: "construindo um sonho" em audiovisual de três a quatro minutos onde mostro imagens das minhas incursões e palestras por bairros e escolas em Maputo.

NI: Qual é tua opinião sobre a abordagem do sida em Moçambique pelos artistas e não só?
SS: Essa área é muito controversa, gostaria de fazer um abordagem não são pelo mundo dos artistas mas também pelas instituições que lutam contra o SIDA, pela sociedade civil e pelos próprios artistas. Demorou muito até que as instituições desenhassem uma estratégia eficaz na luta contra a doença e essa idéia é corroborada por muita gente, até pelo próprio CNCS, Conselho Nacional de Combate ao Sida, e eu acho que a função deste organismo seria de coordenação de todas as unidades que combatem a doença.

NI: O que achaste da idéia do governo de incluir artistas na sua comitiva?
SS: Fiquei surpreendido quando recebi o convite mas fiquei feliz porque pela primeira vez recebi um convite oficial do governo para fazer parte de uma delegação e de um assunto tão importante de se discutir onde as decisões a sair deste encontro podem ser cruciais para baixar a prevalência do HIV SIDA em Moçambique.

Pode ouvir uma peça sobre este encontro em:
http://www.dw-world.de/dw/0,,9585,00.html   selecione a emissão da noite do dia 18 de Março de 2010.
E também a música "wulombE" em:  
http://www.youtube.com/watch?v=ZoU0VJx0tbc&feature=related

Se quiser também pode ver o video apresentado pelo cantor no encontro:  
http://www.youtube.com/watch?v=nvwHvTyY1LI

2 comentários:

  1. Houve um monte de dúvidas sobre a cura da aids hiv, eu também estava duvidaram, mas agora eu tenho a acreditar que o milagre que eu recebi também pode ser de grande ajuda para o mundo. Meu nome é Angela meu email é angelafreeeman@gmail.com Eu vivi com esta doença mortal por mais de um ano, o meu marido descobriu que estávamos ambos HIV positivo. Tentamos por todos os meios para viver nossas vidas, apesar de essa coisa no nosso corpo é somente quando nós tropeçavam este poderoso herbalista que ele retratou cura. No início, estávamos mais cético, mas meu marido insistiu em dar-lhe uma tentativa e pedimos para algumas de suas ervas e algumas semanas após a conclusão do processo devido a este fitoterapeuta, fomos para um teste como também dissemos, nós foram esmagados felicidade quando recebi os resultados na clínica. A taxa de vírus no corpo e caiu dentro de algumas semanas, fomos completamente cicatrizado. Também perguntou por que ele não veio para o mundo que ele tinha a cura e ele disse que fez em 2011, mas foi rejeitada pela equipe de pesquisa internacional. A coisa mais importante é para você ser curado, se você quer saber sobre esta chamada fitoterapeuta em +2349032913215 ou e-mail: odincurahiv@gmail.com Deus te abençoe. .

    Fale agora odincurahiv@outlook.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu estou feliz de compartilhar este testemunho com o mundo, porque há muitas dúvidas sobre a cura do HIV / SIDA, mas agora eu acredito que o milagre que eu recebi é útil para o mundo e vítimas da Aids Hiv que perderam a esperança. Meu nome é Joan Hubbell meu e-mail é joanhubbel@gmail.com o herbalista que me curou do vírus de e-mail é odincurahiv@gmail.com Eu vivi com esta doença mortal por mais de um ano, meu marido descobriu que nós éramos ambos HIV positivo quando ele foi testado positivo. Tentamos por todos os meios para viver nossas vidas usando drogas anti virais retro, apesar de esta coisa em nosso corpo que foram sempre infeliz, até que nós tropeçamos mediante esta poderosa herbalist que retratou a cura. No primeiro, ficamos em dúvida, mas meu marido insistiu em dar-lhe uma tentativa porque não estávamos confortáveis ​​com o uso de antivirais e pedir algumas das ervas enviados em para nós, e algumas semanas após a conclusão do processo, devido à herbalista ajuda, fomos para testar depois de tomar as ervas para algumas semanas, nós estavam cheios de alegria por causa dos resultados que recebemos do nosso médico de família. A taxa de vírus no organismo dentro de algumas semanas havia caído, fomos completamente curado. A fitoterapeuta explicou que ele não publicou para o mundo, porque ele tinha sido recusado muitas vezes depois de 2011, pela equipe de pesquisa internacional, porque ele usa um meio tradicional para curar pacientes. A coisa mais importante é para você ser curada e livre de o vírus mal, e-mail dele com isso, também odincurahiv@outlook.com Best Wishes.

      Eliminar